Afinal, quanto custa morar em Portugal?

Atualizado: Set 6

O custo de vida em Portugal envolve uma série de elementos que vai depender do estilo de vida individual de cada família. Mas já adianto, o arrendamento será o maior peso do seu orçamento.

Esta é uma das perguntas que mais recebo. Não somente nesta forma, elas também vem assim: Qual a cidade mais em conta para se morar? Qual o bairro com o melhor custo-benefício?


E a minha resposta é sempre a mesma: DEPENDE.


Depende de muitos fatores porque cada pessoa é diferente da outra. Essa conta do custo de vida é muito difícil de fazer e precisa ser baseada no estilo de vida de cada família.


Por exemplo, eu não como carne, então não compro. Por isso, o meu gasto mensal no mercado vai ser diferente de uma pessoa que come. Eu tenho um cão, a ração dela tem um custo mensal, assim como veterinário, assim como medicamentos, porque ela é alérgica. Você tem um gato, nossos custos são diferentes.


E assim vai. O principal a se considerar aqui é o seu estilo de vida. Não adianta você morar em uma vila no interior do país porque o aluguel é mais barato, sendo que você viveu a vida toda na cidade e não vive sem o delivery da pizzaria na sexta à noite.


Quer morar em Portugal?

Veja aqui os tipos de vistos de residência que você pode solicitar.


Mas por onde começar então?

Um bom começo é você avaliar o seu estilo de vida hoje, o que você está disposto a abrir mão (porque a perfeição está longe de ser encontrada quando mudamos) e o que você considera prioridade.

A partir daí, você consegue fazer cálculos, por exemplo:


Preciso morar na cidade porque gosto de fazer tudo a pé e ter o comércio bem perto. Minha família tem 3 pessoas, um casal mais um filho, então um apartamento com dois dormitórios serve. Com isso, você já tem um norte para pesquisar moradia na possível cidade. As contas de consumo, como água, luz e gás. Você pode entrar nos sites das empresas para ter uma ideia dos valores.

DICA: aqui há várias empresas para estes serviços, não é como no Brasil que existe apenas um fornecedor.


Faça uma lista do seu mercado semanal ou mensal e entre nos sites dos mercados portugueses. Um que entrega online é o Continente. Simule a compra e você já terá uma base de alimentação.


O arrendamento (aluguel) será o item mais caro da sua lista, sem sombra de dúvidas. As contas de consumo e alimentação normalmente disputam o segundo lugar.

Imóveis

Há muitas dúvidas também onde pesquisar arrendamentos. Costumo sugerir o Idealista ou Imovirtual. Estes sites podem te dar uma boa base dos custos para alugar e comprar.


É verdade que alguns estrangeiros podem ter dificuldade para arrendar, pois muitos senhorios pedem fiador e, caso não tenha, várias rendas antecipadas. Por isso, é importante o planejamento antecipado. Aqui eles também costumam pedir um caução que é devolvido ao final do contrato.


Porém, desconfie sempre daquele ótimo negócio.

Há muitos golpes e já falei sobre eles aqui.


Considere se você precisará ter um carro, se gosta de comer fora toda semana, se vai optar pela saúde pública ou se fará um seguro. Tudo isso é preciso levar em consideração.


Se quiser calcular um seguro saúde para sua família, pode usar o simulador da Médis, uma das empresas daqui.


Sabe como funciona a saúde pública em Portugal?

Ainda não? Então saiba mais.

Exemplo de custos

Vou dar uma ideia de custos para um casal vivendo hoje em Lisboa:

Um T2 para arrendar na cidade está em torno de 1000 euros a 1200 euros.

Contas de consumo, como água, gás, energia: 100 euros (os valores variam muito de uma estação para a outra por conta do aumento do consumo de água quente no inverno e de aquecimento central, caso tenha).

Pacote de internet, TV e 2 telemóveis (celulares): 60 euros a 70 euros.

Alimentação também vai depender muito se a pessoa come em casa ou fora, se leva marmita ou não. Mas é bom considerar uns 200 euros.

Para o transporte público, há um cartão chamado Navegante em Lisboa que você pode usar todos os transportes municipais e intermunicipais sem limites: 40 euros.


Isso é o básico. Tem sempre algo que precisa ser comprado como um extra ou um despesa de manutenção do carro ou apartamento, por exemplo.


E lembre-se, hoje, o seu dinheiro no Brasil vale muito pouco em Portugal. A cotação do euro vem passando dos 6 reais. Por isso, prepare uma boa reserva (de pelo menos seis meses) até conseguir estabilizar sua situação (entre documentos, antecipação de rendas, emprego, etc).


Não se esqueça de assinar nossa newsletter ao final da página!

Toda quinta-feira no seu e-mail. =)


Por Camila Ciberi para @quesejportugal


Imagens do post: Freepik.

Destaques dos nossos parceiros:


Seguro Viagem é obrigatório para a Europa, escolha o melhor custo-benefício para você sem sair de casa, faça agora uma cotação e adquira online neste LINK.


Airbnb é a melhor maneira para encontrar lugares para ficar com avaliações excelentes e as comodidades de que você necessita, e de presente você ainda ganha até R$ 179 para se hospedar, comece por AQUI.


Banco N26 é um banco digital alemão, você abre sua conta em 8 minutos sem precisar falar com ninguém e ainda recebe um cartão de débito MasterCard em casa. Tenha uma conta na Europa gratuitamente acessando por AQUI.


Transferwise é uma ferramenta online que transfere o seu dinheiro do Brasil para a Europa, sendo mais barato que o seu banco ou sua corretora de câmbio. Faça agora uma cotação online veja como é mais barato clicando AQUI.

logo-quesejaportugal-jpg.jpg

Viver e morar em Portugal

Escrevemos com carinho para você amar Portugal do jeito que ela é e não do jeito que querem te vender.

© 2020 Que Seja Portugal. Feito com carinho ♥️