De milionários a desempregados, brasileiros em Portugal não pensam em voltar

Atualizado: há 2 dias

Relatos obtidos pelo jornal O Estado de São Paulo mostram brasileiros de todas as idades e classes sociais, fazendo a rota oposta à do Descobrimento - repetindo as desigualdades sociais e os desafios em Portugal. Mas sem pensar em voltar

Rua da cidade do Porto, o segundo maior destino de brasileiros em Portugal (Imagem: Susana Vera/Reuters)

O SEF (Serviço de Imigração e Fronteiras) registrou em 2018 acréscimo da população estrangeira residente, que chegou a 480.300, maior número da série iniciada em 1976. Só que os "zucas" já são um em cada cinco: 105.423. Dois anos antes, eram 81.251, um avanço de 29,7%.


Dados solicitados pela reportagem ao SEF mostram que os brasileiros residentes em Portugal têm um perfil bem mais feminino e no auge da idade, quando se fala em capacidade produtiva, entre 30 e 44 anos. No total, registraram-se 42.848 homens e 62.575 mulheres. Desse grupo, 43.396 (41,16%) estão nessa faixa etária.

Dessa forma, os que chegam têm um perfil diferente de fluxos migratórios anteriores --em 2012, havia praticamente o mesmo número de residentes "zucas" (105.622).


Os brasileiros já estão entre os estrangeiros que mais investem na antiga "metrópole" europeia. Em 2017, responderam por 19% dos investimentos (atrás só dos franceses, com 29%).


Mercado imobiliário


E a chegada de estrangeiros procurando residência sobretudo em Lisboa já é apontada como um dos fatores que colaboram para a "crise" do mercado imobiliário (falta de moradias). Além disso, a alta do turismo está transformando diversos imóveis em locais de estadia temporária (estilo Airbnb). Muita procura e pouca oferta fazem os preços dos aluguéis dispararem.


Receita: inovação, turismo e educação


Nos últimos quatro anos a chegada dos brasileiros se acentuou por causa do aquecimento de dois setores da economia portuguesa: turismo e tecnologia. E pela abertura cada vez maior do sistema universitário. "São setores (turismo e tecnologia) que crescem muito. Na área de TI especialmente, há empresas globais se mudando para o país, e o evento internacional Web Summit, mas não existe mão de obra qualificada suficiente", diz a advogada Gilda Pereira, sócia da Ei assessoria imigratória. Dessa forma, sobram vagas. "Os brasileiros têm a oportunidade de emigrar com boas possibilidades de emprego, para um país que fala o mesmo idioma."


Para ler a matéria completa, acesse: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2019/07/14/os-varios-brasis-que-se-mudaram-para-portugal.htm?cmpid=copiaecola


*Informações extraídas da matéria do O Estado de São Paulo/UOL

Destaques dos nossos parceiros:


Seguro Viagem é obrigatório para a Europa, escolha o melhor custo-benefício para você sem sair de casa, faça agora uma cotação e adquira online neste LINK.

Banco N26 é um banco digital alemão, você abre sua conta em 8 minutos sem precisar falar com ninguém e ainda recebe um cartão de débito MasterCard em casa. Tenha uma conta na Europa gratuitamente acessando por AQUI.

Transferwise é uma ferramenta online que transfere o seu dinheiro do Brasil para a Europa, sendo mais barato que o seu banco ou sua corretora de câmbio. Faça agora uma cotação online veja como é mais barato clicando AQUI.

logo-quesejaportugal-jpg.jpg

Viver e morar em Portugal

Escrevemos com carinho para você amar Portugal do jeito que ela é e não do jeito que querem te vender.

© 2020 Que Seja Portugal. Feito com carinho ♥️